Manual de cozinha. Brasil: SENAC, 1976. (Coleções Básicas Cinterfor)

O Método Ocupacional de Aprendizagem parte do entendimento de que a execução de qualquer trabalho operativo deve pressupor análise detalhada de todos os passos a seguir, dentro de seqüência lógica, embasada em conhecimentos específicos que conduzam a determinadas habilidades e destrezas.

O método operacional pretende conjugar estreitamente a preparação ou fundamentação teórica com a realização de uma atividade.

As fases do método são as seguintes:

a) estudo da tarefa;

b) estudo das operações;

c) demonstrações das operações pelo instrutor;

d) execução da tarefa pelo aprendiz ou grupo de aprendizes;

e) avaliação

Considerando-se que a metodologia operacional modifica determinados comportamentos didáticos e cria uma abordagem dinâmica do processo de aprendizagem, pode-se até mesmo concluir que seja ela mais um procedimento a partir do qual métodos variados e técnicas diversas podem ser utilizadas.

Na Metodologia Operacional, a eleição das operações básicas não é completa e definitiva. Novas operações poderão ser adotadas conforme as tarefas as tornarem necessárias. É este enriquecimento permanente que leva a composição dos manuais em folhas isoladas substituíveis ou modificáveis conforme as exigências do sistema.

A primeira experiência do SENAC, com o Manual de Cozinha, será o parâmetro para os ajustes e acertos da própria metodologia e dos novos guias de estudo que advirão seguramente nos próximos exercícios.


AdjuntoTamaño
PDF icon Aceso ao documento em português15.09 MB